O que é, e para que serve a Mamografia?

O que é, e para que serve a Mamografia?

Hoje, a principal aliada das mulheres no combate ao câncer de mama é a mamografia. A partir dos 40 anos toda mulher deve realizar anualmente o exame. No caso das mulheres que têm histórico familiar da doença, o médico pode solicitar o exame mais cedo.
A mamografia é um exame de imagem usado para avaliar a saúde das mamas. Funciona como uma radiografia das mamas, permitindo ao médico radiologista a detecção de nódulos ou outras lesões.
O diagnóstico precoce passou a ser a palavra-chave no que diz respeito, principalmente, ao câncer de mama. Como em qualquer outra doença, identificar o problema no início aumenta as chances de recuperação. No caso dos tumores mamários diagnosticados precocemente, a chance de cura é de cerca de 95%, principalmente quando o nódulo é descoberto com menos de um centímetro.

Quando fazer a Mamografia

A partir dos 40 anos, todas as mulheres devem realizar uma mamografia por ano, inclusive mulheres que têm próteses de silicone ou que já fizeram alguma cirurgia plástica nos seios. Se houver histórico de câncer de mama na família, o médico, provavelmente, iniciará a rotina de observação da mama mais cedo. No caso de gravidez, a mulher não deve realizar a mamografia (salvo com recomendação médica e avental de chumbo) para proteger o bebê.

A mamografia dói?

A mamografia é um exame rápido. Entretanto, algumas mulheres podem sentir certo desconforto pela compressão das mamas. O ideal é fazer fora do período menstrual, pois nesse período as mamas ficam mais sensíveis. Porém, como é rápido, qualquer desconforto é passageiro. Outra dica é ir com uma roupa confortável e com um sutiã mais largo, se possível sem bojo.

Existe algum preparo para o exame?

No dia do exame, a mulher não deve usar nenhum creme, desodorante, loção ou talco na região das axilas e das mamas. Não é preciso estar em jejum ou nenhum outro tipo de preparação. Se tiver exames anteriores, é interessante levar. Outra dica é se a mulher estiver amamentando, o ideal é esvaziar as mamas uma hora antes do procedimento.

Guarde suas mamografias

Guardar todas as mamografias realizadas é muito importante. Comparando as imagens atuais com as dos anos anteriores, o médico poderá visualizar se houve alterações como aumento de alguma lesão encontrada ou ainda para descartar uma imagem considerada suspeita. O ideal é guardar todos os exames e, quando for realizar um novo, levar os últimos três para comparação.